parallax background

A psicopedagogia é o campo
do saber que se constrói a partir
da pedagogia e da psicologia.


A Psicopedagogia encarrega-se do estudo do processo da aprendizagem humana e das suas dificuldades tendo em conta as realidades interna e externa, valendo-se de vários campos do conhecimento, integrando-os e sintetizando-os.


Procura compreender de forma global e integrada os processos cognitivos, emocionais, orgânicos, familiares, sociais e pedagógicos que determinam a condição do sujeito e interferem no processo de aprendizagem, possibilitando situações que resgatem a aprendizagem na sua totalidade de forma prazerosa.


O Psicopedagogo ajuda a promover mudanças, intervindo diante das dificuldades enunciadas pela escola ou família, trabalhando com os equilíbrios / desequilíbrios e resgatando o desejo de aprender.



As tarefas e funções do Psicopedagogo que consistem, particularmente, em:


  • Elaborar e aplicar programas pedagógicos para a alteração de comportamentos para a saúde, exigindo métodos educacionais específicos e adaptando o método clinico à pedagogia;

  • Executar diagnósticos das condições de aprendizagem de determinada pessoa, grupo ou instituição;

  • Adaptar metodologia pedagógica para o contexto da saúde e do comportamento;

  • Utilizar metodologia pedagógica para programas terapêuticos de ensino/aprendizagem;

  • Aplicar programas de educação para a saúde, psicoeducação e pedagogia terapêutica nas situações em que as pessoas vejam diminuídas as suas capacidades adaptativas, por razões de saúde;

  • Elaborar e aplicar programas comunitários de prevenção de comportamentos de risco e de promoção de comportamentos saudáveis;

  • Intervém em hospitais e outras instituições de saúde, integrando equipas multidisciplinares de saúde, saúde mental e do comportamento;

  • Integra equipas e colabora com outros profissionais de ensino, em contextos educativos que exijam programas de educação para a saúde, psicoeducação e pedagogia terapêutica;

  • Elaborar métodos e programas pedagógicos em contextos de reabilitação psicossocial, formação e outros programas de reabilitação para pessoas em recuperação de doença;

  • Elaborar relatórios de condições terapêuticas de ensino/aprendizagem e outras comunicações;

  • Coordenar projectos que exijam equipas profissionais.


  • (Texto enviado pela APP à PerClass - entidade que colaborava com a Revisão de 2006 da CNP, 10-04-2006, Pág. 98)
    Total Page Visits: 482 - Today Page Visits: 2
    PT ES EN FR